De vendedor de alface a líder de vendas de colchões no Brasil



Sabe quando você nasce para empreender? Pois é, neste post conto a história do empresário Ricardo Eloi, um dos principais nomes do comércio varejista no Brasil, a Sono Quality colchões terapêuticos. Natural de Espírito Santo do Pinhal, interior do estado de São Paulo, filho do meio de um metalúrgico e uma diarista, Ricardo começou a empreender ainda na infância.

Abandonado pela mãe aos 11 anos, deixando para trás toda família, ele começou a pensar como faria para sobreviver em um mundo que, muitas vezes, é cheio de injustiças. No entanto, o pior ainda estava por vir, pois seu pai, vítima do alcoolismo, embriagado e agressivo, o expulsou do único local que ainda parecia ser seguro em sua opinião, sua casa.

Sem ter para onde ir, foi para o orfanato com tudo que tinha e por lá permaneceu por três meses até que uma tia paterna o buscou para morar com ela. Mas essa história de superação não parou por aí. Continue com a gente e confira como Ricardo deu a volta por cima!

O começo de tudo

Ainda criança, aos 9 anos de idade, o menino do interior paulista começou a vender alface em uma carriola, de porta em porta, ganhando pelas quantidades vendidas. Essa foi sem dúvida a sua primeira experiência de responsabilidade e que ele viu o valor do dinheiro suado.

Aos 15 anos, ainda sem ver a mãe, conseguiu o primeiro emprego fixo como auxiliar de fotógrafo e assim recebeu seu primeiro salário de R$ 90,00. Nessa época, ele já entendia que a vida não seria nada fácil. No entanto, Ricardo carregava consigo um inconformismo gigante, chegando inclusive a ser internado por anemia profunda.

Aos 16 anos começou a mudar a sua vida para melhor, saiu da casa da tia e foi morar com um amigo. Aos 18 foi para o exército militar e aos 19 teve a primeira grande oportunidade de sua vida, foi trabalhar num abatedouro de frango, na cidade de Santo André, estado de São Paulo.

Apesar da sua rotina puxada, como ele era dedicado, em julho do mesmo ano, recebeu seu primeiro aumento de salário, indo para R$450,00 e depois R$ 700,00, nada comparado aos R$90,00 de quando começou.

Em pouco tempo, conquistou seu primeiro automóvel, mas apesar das grandes vitórias alcançadas, em 2004, seu pai morreu atropelado por um caminhão no pátio da empresa em que trabalhava. Apesar da tragédia, Ricardo não se abateu e logo arrumou emprego de motorista em uma empresa que entregava medicamentos em São Bernardo do Campo.

O boom para o sucesso

Após sair da área hospitalar, Ricardo passou a trabalhar em uma empresa de bebidas, como vendedor na periferia do Grande ABC. Ele vendia bebidas em botecos. Mas em 2007 encontrou o anúncio de uma empresa de Colchões Terapêuticos, que prometia salários acima de R$ 3 mil mais ajuda de custo semanal. O jovem não perdeu tempo. Já na segunda-feira, agendou a entrevista e se apresentou.

Fez treinamento na empresa e estudou o produto. Sem grana, pediu para o seu gestor se poderia conciliar o emprego de bebidas com o treinamento. O gestor autorizou. Como vendedor de colchões teria uma condição financeira melhor, pois ali dependia apenas do seu talento, foco e de sua determinação.

Mesmo questionando como conseguiria vender um colchão de R$ 4 mil, começou o trabalho e panfletou na primeira semana nas ruas do Bairro Campestre em Santo André. Para a surpresa de Ricardo, uma senhora ligou e agendou a visita. Pronto, foi realizada a primeira venda!

O nascimento de uma potência comercial

No dia 2 de fevereiro de 2008, Ricardo Eloi juntamente com seu amigo Luciano (que trabalhava na mesma empresa), um caderno e uma caneta na mão, na sala de um apartamento pequeno fundou a Sono Quality. Ricardo tinha planos, ideias e um sonho, e desde o início o amigo esteve ao seu lado. 

Com o nome sujo na praça, pegou emprestado três cheques de R$400,00 para bancar os anúncios na Rádio Grande ABC, onde faria o primeiro merchandising ao vivo. Entrou ao vivo na rádio às 5h45 da madrugada e apesar do frio na barriga tudo aconteceu de forma tranquila e promissora. Após a propaganda na rádio, receberam 28 ligações, agendou 20 visitas e vendeu 12 colchões.

No final de 2009 fez parceria com a Feira de Noiva, onde conheceu sua esposa. Ali,  as vendas da sua empresa aumentaram e precisou de uma maior logística. Foi então que no dia 8 de setembro de 2010, quando completou 30 anos, inaugurou o prédio empresarial e a Sono Quality começou a ganhar o Brasil.

A maior empresa de colchões terapêuticos do Brasil

Mas toda essa história só foi possível graças ao foco, a determinação e a fé deste empreendedor. A Sono Quality colchões terapêuticos é considerada hoje a maior empresa no segmento. O empreendimento tem o marketing como seu principal diferencial.

“Hoje somos a empresa que mais investe em propaganda no Brasil. Temos 6 garotos propagandas. Entre eles, Maurício Mattar, Sérgio Reis e até o Padre Antônio Maria. Investimos mais de R$ 1 milhão de reais por mês”, afirma o empresário.

Atualmente, a empresa possui 205 funcionários em regime CLT, mais de 300 empregados de forma indireta. A Sono Quality colchões terapêuticos tem o compromisso de capacitar seus profissionais e valorizar cada membro da sua equipe. A marca se tornou uma potência no mercado varejista e o seu produto deixou de ser um simples objeto comercial e tornou-se um grande aliado à saúde e o bem estar de milhares de brasileiros.

Como você pode ver, a Sono Quality colchões terapêuticos é a realização de Ricardo e o seu começo não foi nada fácil. Por isso, não desista de empreender, pois quando se tem o dom para o empreendedorismo, o universo trabalha a seu favor!

E aí, quer conferir outra história para inspirar? Acesse o nosso próximo post e veja como foi a trajetória de Clóvis Souza, proprietário do grande e-commerce de flores do País.

Foto: Divulgação

Você Pode Gostar Deste Artigo

0 comentários