Empreendedor investe em linha de farofas saudáveis


Gomes com blusa azul,e óculos segurando o pacote de farofa

Sabe quando alguém da família te inspira a criar um negócio? Assim é a história do nordestino Vagner Gomes, que baseado nas queixas do pai, um apaixonado por farofas, apostou em uma linha de farofas saudáveis e criou as Farofas da Fazenda. O produto é produzido no óleo de algodão, sem adição de sal, glúten, gorduras trans e conservantes. Seja com arroz e feijão ou em um churrasco em família, a linha de farofas saudáveis da Uni Alimentos, empresa de Gomes, é considerada inédita para quem adora uma farofa em qualquer refeição.

Mas como começou a história das farofas saudáveis? Isso é o que você vai conferir neste artigo. Continue com a leitura!

O início

Vagner conta que seu pai sempre chegava em casa com um monte de farofa na mão. Segundo o empreendedor, o patriarca da família havia testado praticamente todas as farofas disponíveis em gôndolas, mas sempre reclamava que não achava uma boa farofa.

“Uma das reclamações do meu pai é que as farofas eram muito salgadas, secas e calóricas. Foi então que eu pensei: porque não trazer as farofas para a empresa Uni Alimentos, mas com diferenciais nos sabores e o foco na saúde?”, lembra o empreendedor.

De acordo com ele, no início foi preciso um investimento de R$ 80 mil reais para pesquisas e desenvolvimentos de farofas que fossem fazer sucesso dentro do público da Uni Alimentos e, assim, render os quatro sabores que compõem as farofas que a empresa fabrica hoje: tradicional com cebola, soja com chimichurri, galeto com lemon pepper e costelinha com barbecue.

Os cuidados nutricionais

Uma das maiores preocupações de Gomes foi com a máxima qualidade no processo de produção e composição da farofa. De acordo com o empresário, a ideia de usar o óleo de algodão para a produção das farofas saudáveis partiu das nutricionistas que colaboraram com a elaboração dos ingredientes do alimento.

“O óleo de algodão traria muitos benefícios para o nosso produto. Por isso, não pensei duas vezes e optei pela melhor qualidade”, afirma o empreendedor. Segundo ele, a farofa fez muito sucesso em sua casa, principalmente com o seu pai, que depois de testar várias vezes, aprovou o produto.

O investimento financeiro

Produto testado e aprovado, chegou a hora de começar a produção das farofas saudáveis. De acordo com Gomes, foi preciso mais de R$ 700 mil em máquinas e R$ 50 mil em embalagens para tirar o projeto do papel e colocá-lo em prática. Hoje, o empresário espera que a nova linha de farofas saudáveis se torne o carro chefe da sua marca, tendo uma procura maior que a sua linha de tapiocas, que é um grande sucesso.

Assim como as tapiocas, a farofa traz ineditismo para o mercado do consumidor. A diferença é que as farofas saudáveis estão presentes nas principais refeições das famílias, ao contrário das tapiocas, que são soluções para um café da manhã ou lanches rápidos.

Os produtos para todos os públicos

Com as Farofas da Fazenda, a Uni Alimentos chega a sua quarta linha de produtos em menos de cinco anos no mercado. A linha de biscoitos infantis e para terceira idade, UniSnacks, junto com os Chips Brasil - linha de chips veganos à base de mandioca e batata-doce - compõem os produtos da empresa.

 A Uni Alimentos

A Uni Alimentos foi fundada por Gomes em 2015 com objetivo de oferecer soluções e ideias inovadoras para se estabelecer dentro de um nicho considerado um verdadeiro pote de ouro para os empreendedores brasileiros. A empresa revolucionou o consumo de tapiocas no Brasil com as tapiocas em saches individuais.

Com a forte venda de grandes pacotes que existia no momento, o número de tapiocas que estragavam após a abertura do seu consumo era enorme. Com isso, a ideia de Vagner em trazer embalagens individuais e na porção certa para o consumo rápido, explodiu e alavancou a marca a um patamar elevado, conseguindo se estabelecer e gerar novas frentes de produtos no mercado.

Sem dúvida, a história de Vagner é inspiradora, assim como a ideia das farofas saudáveis. No entanto, para transformar o projeto em realidade foi preciso planejamento, estudo e apoio de profissionais que garantiram a qualidade nutricional do produto.

Gostou do nosso conteúdo? Quer ler mais histórias como essa? Acesse o nosso menu “Histórias para Inspirar” e confira outros artigos!

Foto: Diário Zona Norte

Você Pode Gostar Deste Artigo

0 comentários